Veja Também

Notícias

publicado em 10/04/2017

Especialistas discorrem sobre criptografia e seus dilemas jurídicos em mesa redonda realizada no IDP

Recentes

31

AGO

publicado 31/08/2017
Maceió (AL) recebe curso gratuito sobre como abrir uma loja virtual de sucesso

30

AGO

publicado 30/08/2017

17

AGO

publicado 17/08/2017
Natal (RN) recebe curso gratuito sobre como abrir uma loja virtual de sucesso
Jurídico

A utilização da criptografia, bem como os dilemas jurídicos que a permeiam, foram o foco da mesa redonda "Decifrando a Criptografia", realizado em Brasília/DF, no dia 28/03, pelo Centro de Direito, Internet e Sociedade (Cedis/IDP), com o apoio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

O debate contou com a participação dos especialistas Danilo Doneda (CEDIS/IDP), Diego Aranha (Unicamp), Antonio Moreiras (NIC.br), Alexandre Veronese (UnB) e Caio Iadocico de Faria Lima, coordenador adjunto do Comitê Jurídico da camara-e.net (foto abaixo).

De acordo com Aranha, a privacidade deve ser vista mais como uma ferramenta de controle e não de esconder informações. “Os riscos à privacidade são reais e causam prejuízo de diversas naturezas na sociedade. Trocamos de graça nossos dados por serviços de internet, logo, é como se os nossos dados não valessem nada, mas eles têm um valor intrínseco e são comercializados por grandes empresas”, alertou.

Para Aranha, banir a criptografia é culpar a ferramenta e não os criminosos, além de limitar a livre iniciativa de escrever um dado e a própria liberdade de expressão. “Deveríamos oferecer incentivos para empresas que querem construir sistemas seguros.

A criptografia de fato é difícil. Interferir nela é basicamente uma escolha entre privacidade e vigilância de massas”.
Segundo Moreiras, a segurança e privacidade andam juntas e estão do mesmo lado da balança. “Uma complementa a outra. O que está no outro lado é a vigilância, que às vezes passa uma ideia de falsa segurança. A criptografia fim a fim é algo necessário e imprescindível para o funcionamento da internet hoje em dia”, opinou.

Veja mais fotos clicando aqui. Crédito das fotos: Fernanda Furtado

Fonte: assessoria de comunicação da camara-e.net com informações do IDP

comments powered by Disqus
Nossos Associados
Associe-se

Conheça as vantagens de ser nosso associado.

Camaranet todos os direitos reservados - 2013