Escrito por:

Gerson Rolim

Diretor de comunicação e marketing da camara-e.net, diretor do Instituto Latino-americano de Comércio Eletrônico (eInstituto) e sócio-diretor da Vecto Mobile

Artigos de Movimento de Acessibilidade e Internet Segura

publicado em 06/09/2017

O desafio do SIM Card na era da Internet das Coisas (IoT) - Parte 2

Outros Artigos

03

OUT

publicado 03/10/2017
Temas como privacidade e discriminação on-line são abordados de forma didática no material

12

SET

publicado 12/09/2017
Artigo escrito por Gerson Rolim

Veja Também

12

DEZ

publicado 12/12/2017
Próximo passo é entender como essas iniciativas funcionam para categorizá-las no ecossistema do segmento

28

NOV

publicado 28/11/2017
Em reunião, associados irão eleger os novos Conselhos Administrativo e Consultivo da entidade para o próximo ano

28

NOV

publicado 28/11/2017
Reunião aberta do Comitê de Insurtechs acontece no dia 5 no Google Campus São Paulo com participação de startups com soluções inovadoras para o setor

27

NOV

publicado 27/11/2017
Ao contrário dos dois últimos anos, crescimento foi motivado pela alta no volume de pedidos

O uso de SIM Cards tradicionais para a conectividade da Internet das Coisas pode resultar em falhas na cobertura e interrupções na transmissão de dados, além de tornar as operações mais complexas e difíceis de gerenciar.

A atual falta de opções faz com que as empresas optem por usar as mesmas tecnologias desenvolvidas para dispositivos de consumo em seus smartdevices da Internet das Coisas. Todavia, já está comprovado que o modelo centrado na rede (e não no dispositivo), que amarra o SIM Card a uma única operadora de telefonia, geralmente não faz sentido para os dispositivos da Internet das Coisas.

Vantagens do SIM específico para IoT – uma proposta de MVNO IoT
Máxima Cobertura

Para garantir a conexão dos dispositivos da Internet das Coisas, quando e onde precisam, o SIM Card deve acessar mais redes do que qualquer operador de telefonia pode fornecer separadamente (mesmo em se tratando de um “roaming SIM”, conectado a uma aliança de operadores de telefonia).

Desta forma, o uso de SIM Cards específicos para Internet das Coisas dispensa a necessidade de negociação de contratos separados com cada fornecedor de telefonia presente na área de cobertura desejada.

Conexões de dados com alta disponibilidade

A garantia de conectividade 24x7, demandada por diversos dispositivos da Internet das Coisas, exige monitoramento constante e, principalmente, a seleção da melhor rede móvel, além da busca automática da próxima operadora disponível, sempre que o sinal da atual tornar-se indisponível.

Ciclos de vida mais longos

A maior durabilidade dos SIM da Internet das Coisas é garantida por diversas de suas características específicas, tais como sua maior robustez física, aguentando intemperes devido ao seus materiais mais resistentes. Por isso, SIM Cards específicos de Internet das Coisas (eSIM ou eUICC) apresentam baixíssimo índice de defeito/queima, sendo resistentes à trepidação, à umidade e suportando temperaturas extremas, de -40º a 105ºC.

A atualização remota, “Over-The-Air (OTA)”, outra característica intrínseca aos SIM Cards IoT, fornece um nível adicional de flexibilidade, viabilizando a distribuição de novas versões de software em massa e contribuindo para a desaceleração da obsolescência do SIM Card, aplicando correções de software, novas funcionalidades e novas configurações de rede.

Por fim, o maior espaço de armazenamento, inerente a esses SIM Cards, também contribui para a ampliação de sua vida útil, pois possibilita a ampliação da memória necessária à troca de torres/base, por exemplo.

Vantagem de ser embarcado (ou embutido)

Por ser “embedded” (embarcado), o SIM da Internet das Coisas evita sua possível quebra, ocasionada pelo manuseio humano, além de simplificar sobremaneira sua logística, uma vez que é inserido no dispositivo desde sua fabricação.

Assim, ao romper com o modelo baseado em smartphones, os dispositivos da Internet das Coisas apresentam um desempenho superior, por oferecer melhor cobertura e conexão com a maioria das redes em todos os países, além de maior flexibilidade, pois sua conectividade é independente do operador, podendo se conectar a outra rede, quando a atual fica indisponível.


Autor: Gerson Rolim, sócio-diretor da Vecto Mobile e diretor de comunicação da camara-e.net

comments powered by Disqus
Nossos Associados
Associe-se

Conheça as vantagens de ser nosso associado.

Camaranet todos os direitos reservados - 2013